Como saber se tenho alergia a medicamos - Cuidados a ter

Será que tenho alergia a medicamentos? Cuidados que devemos ter


Sobretudo entre as mulheres, é cada vez mais frequente e comum haver alergia a medicamentos.

A alergia a medicamentos está cada vez mais frequente, e é a forma como o corpo reage a um fármaco em particular. Nem sempre conseguimos identificar com que medicamento fizemos alergia, pelo que muitas vezes temos que expôr o paciente, e pô-lo em contato com o fármaco, e esperar que o corpo reaja novamente, para que possamos diagnosticar adequadamente.

Conforme vamos envelhecendo, o risco de contrairmos alergias aumenta significativamente, sendo que as alergias provenientes de antibióticos, relaxantes musculares e anti-inflamatórios, são as mais usuais.

ALERGIA A MEDICAMENTOS - SINTOMAS

Para que se perceba melhor vamos explicar a diferença entre efeitos secundários dos medicamentos e as alergias provocadas por estes.

Na maior parte das vezes as alergias causadas por medicamentos, são em tudo semelhantes a qualquer outro género de alergia, e definem-se por reacções negativas da pele.

As reacções negativas e graves dão-se normalmente entre 30 a 60 minutos, após a tomada do medicamento. Há ainda outros sintomas que passamos a enumerar abaixo:

  • Aparecimento de bolinhas vermelhas na pele;
  • Comichão;
  • Vermelhidão;
  • Inchaço;
  • Asma;
  • Rinite;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Cólicas intestinais.

Para evitar que haja uma repetição do problema, deve saber qual o medicamento que eventualmente provocou a reação alérgica, e é importante saber igualmente o nome do principio ativo do medicamento. Normalmente os sintomas, aparecem assim que se toma o medicamento, e há uma melhoria quando se pára o tratamento.

Apesar de haver testes periódicos aos medicamentos, estes podem sempre causar certas reações adversas, relativamente aos efeitos secundários que o medicamento provoca, como consequência não desejada quando tomamos os mesmos.

Os efeitos secundários mais comuns, caracterizam-se na maioria das vezes por dores de estômago, falta de apetite e sonolência, entre outros, normalmente e até por uma questão de segurança e defesa dos laboratórios, este encontram-se listados na bula.

ALERGIA A MEDICAMENTOS - CUIDADOS A TER

Para que o médico possa ter uma percepção real da condição a tratar, e uma vez que a reação alérgica enfraquece quando é interrompida a medicação, deve tirar fotografias, para que possam ilustrar o tipo ou tipos de alergias provocadas por esse medicamento. Caso tenha algum dos sintomas descritos acima, deve parar de tomar de imediato o medicamento em questão.

Para que se possa tratar a área afetada pela alergia, deve entrar em contato com o médico, que prescreverá um novo medicamento para substituição desse. Preventivamente e dependendo do grau de alergia a medicamentos, deverá fazer uma medicação adequada.

Para que o seu organismo não enfraqueça mais e venha a ter uma nova reação alérgica ao medicamento, não deve em hipótese alguma automedicar-se.

Se por ventura e em última instância, tiver alergia ou alergias graves a algum medicamento, deverá trazer sempre consigo essa informação bem visível, fazendo uso de uma pulseira, que deverá acompanhá-lo todos os dias com essa informação.

Partilha esta Oferta de Emprego com os teus amigos!

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no Google+