Lojas online e outras empresas estão a procurar embaladores para expedição de encomendas

Existem dezenas de vagas de emprego para embaladores nas mais diversas áreas.



Desde o Algarve até ao Minho, existem ofertas de emprego em aberto para a função de Embalador para várias empresas. Algumas das ofertas são de caráter urgente e com entrada imediata. A experiência não é requisito em todos os casos, apenas em alguns. A área para exercer a função de embalador depende da empresa onde está a operar, sendo que as ofertas diferenciam de acordo com o setor. Para alguns casos o mínimo exigido é o 6.º ano de escolaridade. As tarefas a desempenhar passam por embalamento e processamento logístico de produtos fabricados e outros para envio. São dezenas de ofertas de emprego disponíveis em diferentes localidades, para embaladores em fábricas! O salário varia de cada entidade empregadora sendo que existem em algumas ofertas um valor máximo de 1000€ brutos mensais + Subsídio de Alimentação + Bónus, contudo a maioria é abaixo do valor. O salário indicado não é um dado certo para todas as ofertas em aberto! Através da pesquisa realizada pela nossa equipa identificamos algumas empresas que ofereciam esse valor, sendo que existem outras que oferecem valores abaixo e ainda várias empresas que optaram por não revelar o vencimento base a aplicar aos seus novos colaboradores. Poderá consultar as vagas aqui.


Perfil para algumas das áreas:
• Pontualidade
• Responsável
• Organizado/a
• Comunicativo/a
• Gosto pela perfeição
• Aptidão para trabalhos manuais
• Enorme sentido de limpeza
• Boa capacidade de execução


Funções a exercer em algumas das áreas
• Gestão total da sala de embalamentos
• Manutenção e limpeza da mesma
• Preparação das encomendas recebidas pela equipa de gestão
• Gestão das prioridades nos embalamentos por país de destino ou tipologia de transporte
• Impressão e colagem dos rótulos 
• Colagem de selos

Siemens com vagas de emprego disponíveis em várias áreas em Portugal

A Siemens é um conglomerado industrial alemão, sendo o maior da Europa e um dos maiores do mundo. 


A Siemens e suas subsidiárias empregam mais de 360 000 pessoas em 190 países e sua receita foi de aproximadamente 76 biliões de euros no ano fiscal de 2013. Fundada em 1847, a Siemens tem os seus principais escritórios localizados na Alemanha.

A empresa possui um total de 15 divisões e atua principalmente em três frentes: automação, digitalização e eletrificação.

Esta empresa encontra-se em Portugal e tem disponíveis diversos postos de trabalho em aberto. As várias oportunidades disponíveis são para diferentes áreas, sendo que algumas delas foram disponibilizadas ainda este mês. Se gostava de fazer parte da Siemens, pode consultar todas as informações acerca do processo de recrutamento, assim como as oportunidades em aberto, requisitos mínimos e as vagas disponíveis aqui.

Central de Cervejas e Bebidas: Vagas de emprego disponívei

Existem algumas vagas em aberto para a Central de Cervejas e Bebidas!


Fundada em 1934, a Sociedade Central de Cervejas e Bebidas tem como objetivo comercializar as cervejas produzidas pelas antigas Companhia Produtora de Malte e Cerveja Portugália, Companhia de Cervejas Estrela, Companhia de Cervejas Coimbra e Companhia da Fábrica de Cerveja Jansen.

Hoje em dia, os eixos de negócio da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas estão focados em: Mercado Doméstico, Exportação, Águas e Refrigerantes e Distribuição. Esta empresa tem algumas marcas conhecidas como Sagres, Heineken e Luso. Atualmente existem algumas vagas de emprego abertas recentemente para várias áreas, tais como Representante de Vendas, Motorista de Pesados, Ajudante de Motorista e Auxiliar de Armazém. São diversas as localidades do país onde estas vagas se encontram em aberto, sendo que vão desde o Norte ao Sul do país. No anúncio a empresa indica a oferta de pacote salarial atrativo (vencimento + SA + prémios) e horário de trabalho de 2ª a 6ª feira, 40 horas semanais, com turnos de 8H diários. Pode consultar todas as oportunidades que se encontram em aberto, verificar os locais e requisitos essenciais e ainda efetuar a sua candidatura aqui.

IEFP continua com centenas de vagas de emprego por preencher e sem candidatos

 

 O Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P. ou simplesmente IEFP) é um organismo do Estado Português, que atua em todo o território continental e tem como missão combater o desemprego.


O Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P. ou simplesmente IEFP) é um organismo do Estado Português, que atua em todo o território continental e tem como missão combater o desemprego através de políticas ativas de emprego, de que se destaca a formação profissional, os estágios profissionais, os contratos de emprego-inserção e outras medidas de apoio ao empreendedorismo e à criação do próprio emprego.

O IEFP tem sede em Lisboa e cinco delegações regionais distribuídas pelo país. Na sua dependência estão 82 centros de emprego, 32 centros de formação profissional de gestão direta e 29 centros de formação profissional de gestão participada. Possui autonomia administrativa e financeira, sendo atualmente tutelado pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Além de gerir a oferta de emprego, constituindo um elo entre trabalhadores e entidades empregadoras, também promove e disponibiliza formação profissional.

Em 1974, é criado o Ministério do Trabalho. No âmbito da Lei Orgânica deste (Decreto-Lei n.º 760/74 de 30 de dezembro de 1974) são criadas a Direção-Geral do Emprego - que substitui o SNE - e a Direção-Geral da Promoção do Emprego. Ao mesmo tempo, através do Decreto-Lei n.º 759/74 de 30 de dezembro, é extinto o Comissariado do Desemprego e criado o Gabinete de Gestão do Fundo de Desemprego (GGFD) que substituiu aquele e passa também a assegurar a gestão do Fundo de Desemprego. O CGFD virá a ser extinto através do Decreto-Lei n.º 40/86 de 4 de março, passando as suas atribuições para o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social.

Em 1979, através do Decreto-Lei nº 519-A2/79, de 29 de dezembro, é criado, no Ministério do Trabalho, o Instituto do Emprego e Formação Profissional, que assume as competências até aí atribuídas ao Fundo de Desenvolvimento da Mão-De-Obra, à Direção-Geral do Emprego e à Direção-Geral da Promoção do Emprego. A Lei Orgânica do IEFP é publicada em 1982, através do Decreto-Lei nº 193/82, de 20 de Maio. Hoje em dia, o IEFP funciona sob a tutela do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Poderá consultar as vagas no site oficial do IEFP.

Wurth: Procuram-se colaboradores a partir do 10º ano de escolaridade

A Würth Portugal foi fundada por Reinhold Würth e José Carlos Viana em 12 de junho de 1974 com a denominação Würth - Parafusos de Portugal, Lda.


O grupo Würth foi fundado em 1945, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, por Adolf Würth na cidade Künzelsau, na Alemanha. No começo, a empresa era composta por três pessoas: Adolf, sua esposa Alma Würth e seu filho Reinhold Würth, que há 52 anos, desde a morte do pai, é o presidente do grupo. O grupo é formado hoje por 351 empresas distribuídas em 81 países e mais de 51 mil colaboradores. Seu faturamento anual gira em torno de 6,8 bilhões de euros.

Esta empresa pertence ao Grupo Wurth, líder mundial na distribuição de produtos e sistemas profissionais de montagem e fixação nas áreas automóvel, metalúrgica, industrial, madeira e construção civil estando representado em mais de 80 países, e em cerca 400 empresas.


Requisitos:
- Habilitações mínimas 10º ano;
- Gosto pelo contacto com o público;
- Capacidade de comunicação e bom relacionamento pessoal;
- Forte sentido de responsabilidade;
- Dinâmico e pró-ativo;
- Conhecimentos de informática na ótica do utilizador.

Oferece-se:
- Formação inicial e contínua;
- Boas perspetivas de carreira e integração numa equipa de êxito;
- Remuneração: Base + Comissões + Prémios.
- Viatura da empresa + Portátil + Telemóvel;
- Seguro de Vida e Saúde.

 

Descrição da Função:
- Responsável pelas atividades comerciais numa zona específica;
- Contacto diário e direto com os nossos clientes;
- Desenvolver carteira de clientes atribuída;
- Executar as ações necessárias ao cumprimento dos objetivos;
- Promover novos produtos, soluções e inovações junto dos clientes.


Em Portugal, a Wurth está presente desde 1974, servindo mais de 50.000 clientes através da sua enorme rede comercial, incluindo mais de 15 lojas espalhadas pelo país e abrange as mais diversas atividades, prestando um serviço profissional e rápido, com base na relação direta e regular entre os clientes e os comerciais.

Atualmente estão a recrutar para várias áreas em diversos pontos do país. Poderá consultar as vagas na página oficial de recrutamento desta empresa, ou em pesquisando por "Wurth".

Worten encontra-se com dezenas de oportunidades e a procurar colaboradores - Última Hora

A Worten encontra-se neste momento a procurar colaboradores e conta com dezenas de vagas.


Worten é uma empresa portuguesa de venda a retalho de produtos eletrónicos, de consumo e de entretenimento, pertencente ao grupo Sonae, com sede em Carnaxide.

A Worten está presente nas principais regiões de Portugal, com uma rede de lojas que apresenta duas tipologias distintas: as superstores, com cerca de 500 m2 de área de venda, situadas nas galerias comerciais dos hipermercados Continente Modelo, e as megastores, com cerca de 2.000 m2, localizadas nos principais centros comerciais.


É considerada em grande parte como líder de mercado nacional nas áreas dos eletrodomésticos, da eletrónica de consumo e do entretenimento. Nas lojas Worten pode encontrar uma gama diversa de artigos, e de marcas de entre os mais variados produtos da tecnologia mais recente. Poderá consultar as vagas na página oficial de recrutamento desta empresa, ou em  pesquisando por "Worten".


Em algumas das vagas nesta área o profissional será responsável por:
  • Acompanhamento e aconselhamento dos clientes em loja;
  • Conhecer as tendências de mercado, novidades e lançamentos;
  • Fazer parte de uma equipa dinâmica.
  • Gerir e desenvolver o negócio com forte orientação para estratégias Omicanal
  • Trazer inovação para dentro do negócio
  • Extrair, transformar e modelar dados provenientes de múltiplas fontes de informação
  • Construir Reports e Dashboards, e analisar os mesmos para dar insights estratégicos ao negócio
  • Apoiar a automatização dos reports regulares
  • Dar resposta a pedidos ad-hoc
  • Identificar oportunidades de melhoria da gestão do negócio
  • Participar em projetos multidisciplinares na área de Business Intelligence, propondo mudanças tendo em vista a melhoria contínua.

Perfil para algumas vagas na área:
  • Mínimo 12º ano (curso de Informática/Eletronica);
  • Experiência na reparação e soldadura de equipamentos eletrónicos;
  • Experiência na manutenção/reparação de hardware;
  • Excelentes competências de comunicação e relacionamento interpessoal;
  • Pro ativo e orientado para resultados;
  • Disponibilidade para laborar em horário flexível.
  • Formação Superior em Gestão, Economia, Engenharias, Gestão de Marketing, Marketing, ou outras relevantes
  • Experiência prévia em Gestão Comercial, de Categoria ou de Produto é crítico
  • Formação Superior na área de Gestão, Gestão de Informação, Matemática, Estatística, Economia, ou outra relevante
  • Experiência prévia em funções de Business Intelligence (aprox. 2-3 anos)
  • Bons conhecimentos de PowerBI, Excel, e SQL
  • Responsabilidade, autonomia, sentido de organização, proactividade, dinamismo e vontade de aprender e fazer mais!

Em Espanha adquiriu a cadeia de lojas Boulanger em 2008, e as lojas PC City, em 2011.

No final de 2018, a Worten contava com 49 lojas em Espanha. Em 2019, a Worten procedeu ao encerramento de nove lojas.

Em março de 2021 a Worten vendeu 17 lojas em Espanha à MediaMarkt por 5 milhões de euros. A transação inclui ainda o futuro encerramento de 14 outras lojas em Espanha Continental. A Worten irá focar-se nas vendas através do canal online e apenas manterá uma loja física em Madrid e 15 nas ilhas Canárias.

ASAE ainda a procurar colaboradores do 12º ano ao ensino superior - Última Hora

A ASAE é a autoridade administrativa de Portugal especializada para as áreas de segurança alimentar e fiscalização económica.



As origens da ASAE remontam, pelo menos, à secção de Polícia de Inspecção Administrativa criada em 1893, na Polícia Civil de Lisboa, por decreto do Rei D. Carlos I. A Polícia de Inspecção Administrativa tinha já missões muitos semelhantes às da atual ASAE, sendo responsável pelo combate aos delitos económicos e contra a saúde pública.

No âmbito da reforma dos serviços policiais de 1918, é criada a Polícia Administrativa (também referida como "Polícia Administrativa e Sanitária"), sucedendo à Polícia de Inspecção Administrativa de Lisboa, mas, desta vez, com âmbito nacional. A Polícia Administrativa integra-se numa repartição diretamente dependente da Direcção-Geral de Segurança Pública (DGSP), chefiada pelo diretor da Polícia Administrativa.

Em 1931, é criada, junto da Intendência-Geral da Segurança Pública (que sucedeu à DGSP como orgão central da Polícia), a Inspecção-Geral dos Serviços de Fiscalização dos Géneros Alimentícios (IGSFGA) para a defesa da saúde pública, com o objetivo principal de combater a falsificação de alimentos.

A ASAE está sedeada em Lisboa, exercendo a sua actividade em todo o território nacional de Portugal. As regiões autónomas dos Açores e da Madeira, dispôe de órgãos próprios que desempenham as funções da ASAE nos respectivos territórios, com excepção da inspecção de jogos e da fiscalização dos produtos para a produção de vinhos que são da exclusiva competência da ASAE em todo o território nacional.


Caracterização do Posto de Trabalho em algumas das oportunidades:

  • Desenvolvimento de funções no que concerne a registo de expediente na Plataforma GfiDoc e respetivo circuito de encaminhamento de documentos;
  • Realização de tarefas relacionadas com a pesquisa e a gestão documental.
  • Colaborar na verificação do cumprimento e acompanhamento do Planeamento estratégico de médio e curto prazo, das atividades, das decisões, instruções internas e correspondentes monitorizações;
  • Participar na elaboração de estudos e outras solicitações que visam fundamentar e preparar a decisão;
  • Elaborar, autonomamente ou em equipa, os documentos com diversos graus de complexidade;
  • Experiência profissional relevante para a função superior a 3 anos;
  • Experiência comprovada de atuação na área dos instrumentos de gestão;
  • Domínio de ferramentas MS Office;
  • Capacidade de comunicação e facilidade de relacionamento interpessoal;
  • Orientação para o serviço público;
  • Análise da informação e sentido crítico;
  • Boa capacidade de trabalho, autónomo e em equipa, e espírito de iniciativa.



Constituição de Relação Jurídica :

a) Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial;

b) 18 anos de idade completos;

c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar;

d) Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções;

e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória.


Na sequência da concentração de funções fiscalizadoras na IGAE, a mesma absorve, em 2005, a Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar e a Agência Portuguesa de Segurança Alimentar, bem como aborve as funções fiscalizadoras das direcções regionais de Agricultura, da Direcção-Geral de Veterinária, do Instituto do Vinho e da Vinha, da Direcção-Geral de Protecção de Culturas e da Direcção-Geral das Pescas, transformando-se na Autoridade de Segurança Alimentar e Económica. Caso tenha interesse em obter mais informações acerca deste procedimento concursal, pode obter todos os detalhes e verificar como efetuar a candidatura, na BEP, ou em  pesquisando por "Asae".

SEF ainda a procurar colaboradores do 12º ano ao ensino superior - Última Hora

Neste momento o SEF encontra-se com procedimentos por Mobilidade e procedimentos concursais comum em aberto.



Em 2020, o Governo começou a estudar um modelo para transformar o SEF numa entidade meramente administrativa para concessão de vistos, autorizações de residência e asilo.

O quadro de inspetores nas diferentes categorias, com cerca de 1.000 elementos, seria absorvido por outras entidades — como a PSP, GNR, Polícia Judiciária —, nas vertentes de fiscalização, prevenção e investigação criminal, e para os serviços burocráticos de atribuição de vistos e autorizações de residência, atualmente na alçada do SEF, surgiria um novo organismo, Serviço de Estrangeiros e Asilo, na tutela da Secretaria-Geral da Administração Interna.

A 9 de Julho de 2021, a proposta do Governo que define a passagem das competências policiais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para a PSP, GNR e Polícia Judiciária, no âmbito da reestruturação do SEF, foi aprovada no Parlamento.

Em 20 de outubro de 2021, foi aprovada na especialidade a extinção do SEF e a distribuição das suas competências policiais e administrativas pela PSP, GNR, PJ, Instituto de Registos e Notariado, tal e qual como o Governo pretendia, assim como a criação de uma nova Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo.

Contudo, no final de novembro de 2021, foi apresentado na Assembleia da República um projeto-lei da autoria do PS, que estabelece a prorrogação do prazo de extinção do SEF por mais 6 meses, devido ao agravamento da situação de Pandemia de Covid-19. Diploma este que foi aprovado no Parlamento e promulgado pelo Presidente da República. Deixando assim, a concretização, alteração ou revogação da lei anteriormente promulgada, nas mãos da atual composição do Parlamento e do atual governo que saiu das eleições legislativas do dia 30 de janeiro de 2022.

Assim, em abril de 2022, foi confirmado, pelo atual Governo do PS, a concretização da extinção do SEF com o cumprimento do que estava até à data planeado no programa de governo desde 2019. Contudo no mesmo mês, o Governo acaba por decidir por proceder a um novo (o segundo) adiamento da concretização do processo de extinção do SEF, sem prazo previamente estipulado.


Caracterização dos postos de trabalho (12º ano de escolaridade):

  • As inerentes ao conteúdo funcional de assistente técnico da carreira geral, com incidência na instrução de processos de estrangeiro; 
  • Emissão de títulos de residência; 
  • Registo e encaminhamento de expediente entrado nos serviços; 
  • Notificações; 
  • Elaboração de expediente diverso relacionado com a atividade documental de estrangeiros e registo de processo individual de estrangeiros e apoio ao arquivo.
  • Secretariado, receção e encaminhamento de pedidos entre unidades orgânicas, gestão de documentos, guias de entrega, registo, envio e controlo de stocks e arquivo. (1 posto de trabalho)
  • Atendimento PEP Especial: agendamento dos cidadãos, recolha de dados biométricos, arquivo digital dos processos, inutilização física e digital dos passaportes especiais caducados. Estatísticas atividade PEP-Especial Contatos (telefone ou email com serviços congéneres nacionais, europeus e internacional). (2 postos de trabalho)
  • Análise e Instrução do procedimento relativo à concessão e deferimento passaporte eletrónico português; tratamento de participações de extravio e IS relativas ao cancelamento de documentos. (1 posto de trabalho)


Caracterização dos postos de trabalho (Licenciatura)
  • Instrução e analise de pedidos de residência ao abrigo para Investimento.
  • Resposta a contencioso.
  • Análise de Propostas de Indeferimento e notificações finais.
  • Articulação com advogados

Relação Jurídica Exigida:
  • CTFP por tempo indeterminado

Com sede em Lisboa, o SEF é chefiado por um diretor-nacional e dois directores nacionais-adjuntos, incluindo serviços centrais e desconcentrados.

  • Serviços centrais:
    • Diretoria Nacional;
    • Direção Central de Investigação (DCINV)
    • Direção Central de Imigração e Documentação (DCID)
    • Direção Central de Gestão e Administração (DGCA)
  • Serviços desconcentrados:
    • Direções Regionais: de Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, do Norte, do Algarve, do Centro, da Madeira e dos Açores;
    • Delegações, postos de fronteira e postos mistos, dependentes das direções regionais. Os postos mistos, situados na fronteira luso-espanhola, são postos conjuntos guarnecidos por agentes policiais de Portugal e Espanha.

Candidaturas:
  • Todas as informações, candidaturas, e os seus respetivos métodos, poderão e deverão ser consultados na BEP (Bolsa de emprego público) introduzindo "Serviço de Estrangeiros e Fronteiras" no campo de pesquisa no portal BEP.