Estado quer penalizar empresas com desigualdade salarial

Empresas com grande diferença entre o salário mais baixo e o salário mais alto, podem vir a ser penalizadas.


É do conhecimento de todos que existem empresas cujos administradores e outros funcionários em cargos "altos", ganham valores absurdos enquanto outros empregados recebem apenas o salário mínimo de 580 euros...

Esta é uma situação que o PS quer acabar, admitindo que a disparidade salarial no nosso país é "inexplicável". Adiantam ainda que os salários dos altos quadros são "inaceitáveis", principalmente quando comparados com os salários mais baixos praticados nessa mesma empresa. E por isso, estão a ponderar que as empresas sejam penalizadas quando tal acontece.

A ideia de criação de um fato de proporcionalidade entre o salário mais alto e o mais baixo dentro de uma empresa não teria "o objectivo de limitar os salários mais elevados, mas sim de aumentar os salários mais baixos e de forçar a uma mais justa redistribuição da riqueza gerada".

A proposta apresentada pelo PS, prevê que o Estado venha a penalizar "empresas privadas que não implementem esta limitação proporcional da disparidade salarial através de mecanismos como, por exemplo, o agravamento da sua contribuição para a Segurança Social ou impedindo o seu acesso a subsídios e apoios públicos à criação de emprego".

Também pode interessar: