Dezenas de vagas disponíveis na Farfetch (URGENTE)

A Farfetch é uma empresa de e-commerce que comercializa marcas de luxo do mundo da moda.


Farfetch é uma empresa de e-commerce de moda de luxo nacional e internacional que vende marcas famosas e moda premium atual para comprar online. O site foi fundado em 2008 pelo empresário português José Neves, e a empresa tem sede fiscal em Londres e principais filiais em Porto, Guimarães, Lisboa, Nova Iorque, Los Angeles, Tóquio, Xangai e São Paulo. A Farfetch trabalha em parceria com boutiques independentes em um modelo baseado em comissão, vantajoso para ambas as partes, uma vez que as vendas online representam em média, 30% do total vendido pelas boutiques.

A empresa opera em diversos mercados internacionais com sites no idioma local, como inglês, francês, japonês, mandarim, português, coreano, alemão, russo e espanhol. Desde maio de 2015, a Farfetch conta com mais de 1000 funcionários globalmente.

A Farfetch foi fundada em 2008 por José Neves, mas o empresário se dedica ao mundo da moda desde meados da década de 90, quando lançou a marca de sapatos SWEAR. Em 2001, José criou a B Store, uma empresa de moda com uma loja física inovadora, que trazia marcas jovens e designers emergentes. Foi durante uma viagem à Semana de Moda de Paris em 2007, quando Neves estava promovendo a sua B Store, que a ideia de apostar no mercado online com uma loja virtual veio à tona. Uma entrevista de 2013 no The Daily Telegraph detalha o momento em que Neves percebeu a necessidade de dar às boutiques de moda independentes, uma presença de vendas online: "Conversamos com dezenas de donos de boutiques e o que eles relatavam fazia muito sentido. O negócio não ia bem, já não era possível confiar somente nas vendas locais, mas eles não tinham a experiência para entrar no mundo online. Eles tinham enorme visão e muito bom gosto, mas precisavam de um ambiente seguro."

Foi por essa razão que Neves decidiu criar o site Farfetch, para permitir que pequenas boutiques independentes pudessem competir no mercado mantendo suas lojas físicas, mas criando uma identidade visual própria. Um artigo de 2013 no The Economist resumiu: "A Farfetch valoriza as 'raízes de tijolos e argamassa' permitindo que boutiques independentes mantenham sua identidade, ao mesmo tempo que promove um aumento de suas posições no mercado mundial.”

Inicialmente, em julho de 2010, a empresa conseguiu um investimento de US $ 4,5 milhões em ações da Advent Venture Partners para ajudar a expandir sua presença nos mercados brasileiro, norte-americano e europeu. Após isso, a Farfetch levantou uma segunda rodada de US $ 18 milhões em financiamento da Advent Venture Partners, Index Ventures e eVenture Capital Partners.

Em março de 2013, um investimento adicional de US $ 20 milhões foi anunciado pela editora mundial Conde Nast International, que foi apoiada por um financiamento subseqüente em maio de 2014, totalizando US $ 66 milhões de outras fontes de investimento, incluindo a Conde Nast International.

Um marco importante para o negócio foi então alcançado em março de 2015, quando a Farfetch ganhou mais US $ 86 milhões de um grupo de investidores liderado pela empresa de software DST Global. Os antigos investidores também contribuíram para esta rodada de financiamento da Série E, que elevou o investimento total a mais de US $ 195 milhões. Esses investidores incluíam a Advent Ventures Partners, a Condé Nast International, a Index Ventures, a Novel TMT, eVentures e a Vitruvian Partners. Na sequência, em maio de 2015, a Farfetch anunciou a aquisição da boutique Browns, uma das mais icônicas de Londres. No mesmo mês, a Private Eye classifica a Farfetch como uma empresa “unicórnio”, devido ao seu conceito único no mercado.

Se pretende saber mais informações e candidatar-se a esta empresa, veja aqui como pode fazer.

Também pode interessar: