Força Aérea Portuguesa tem concursos de formação abertos em várias áreas

Resultado de imagem para força aerea portuguesa

A Força Aérea Portuguesa (FAP) abriu novo concurso.


Uma força aérea é, em sentido lato, o ramo aéreo das forças armadas de uma nação, estando encarregue de conduzir a guerra aérea. As forças aéreas de alguns países são oficialmente designadas com termos alternativos como "aeronáutica militar", "exército do ar", "arma aérea" ou "corpo aéreo".

Em sentido restrito, o termo "força aérea" (neste caso, referida como "força aérea tática" ou "força aérea numerada") também se pode referir a uma grande unidade aérea, dentro de uma força aérea nacional.

Tipicamente, as forças aéreas são responsáveis pela operação de uma combinação de caças, caça-bombardeiros, bombardeiros, helicópteros, aviões de transporte e outras aeronaves. Algumas forças aéreas também são responsáveis pela operação de equipamentos aerospaciais e de mísseis balísticos intercontinentais. Outras são também encarregues da operação de armas de defesa antiaérea baseadas no solo, como canhões antiaéreos, mísseis terra-ar ou mísseis antibalísticos.

As forças armadas de alguns países dispôem - em vez de um - de dois ramos aéreos independentes: um exclusivamente responsável pelas operações de defesa aérea (força de defesa aérea) e o outro responsável pelas restantes operações da guerra aérea (força aérea propriamente dita). Por outro lado, os ramos navais e terrestres das forças armadas de muitos países dispõem de componentes aéreas próprias, destinadas a prestarem-lhes apoio direto.

A FAP tem como missão cooperar, de forma integrada, na defesa militar da República, através da realização de operações aéreas, e na defesa aérea do espaço nacional. Compete-lhe, ainda, satisfazer missões no âmbito dos compromissos internacionais. Podes fazer a tua candidatura na página de recrutamento.

Também pode interessar: