CTT abriu bolsas de emprego (9º ano de escolaridade a ensino superior)

Os CTT – Correios de Portugal são o operador postal universal em Portugal.


Para conhecermos o início dos CTT temos que voltar ao século XVI, quando decorria o dia 6 de novembro de 1520, altura em que o Rei D. Manuel I de Portugal, criou o primeiro serviço de correio público em Portugal e o cargo de Correio-Mor do Reino, desde 1606 também de Correio-Mor das Cartas do Mar, que em 1799 foram substituídos pelos cargos de Superintendência-Geral dos Correios e Postas do Reino. Atualmente. os modernos CTT têm origem na fusão da Direcção-Geral dos Correios e da Direcção-Geral dos Telégrafos num único departamento, denominado Direcção-Geral dos Correios, Telégrafos e Faróis.

A sigla "CTT" foi adotada em 1911 quando a instituição passou a ser dotada de autonomia administrativa e financeira, passando ao nome de Administração-Geral dos Correios, Telégrafos e Telefones (CTT), sigla que se mantém até aos dias de hoje. No ano de 1969 os CTT são transformados em empresa pública, com a denominação de CTT - Correios e Telecomunicações de Portugal, E. P. Entretanto, 23 ano mais tarde, os CTT são transformados em sociedade anónima, com a denominação CTT - Correios de Portugal, S. A.. Ao mesmo tempo a área das telecomunicações é separada, formando uma empresa autónoma.

Em 2000, os CTT assinaram com o Estado a concessão do serviço universal postal, a obrigatoriedade de assegurar a troca de correspondência em todo o país. Em 2004 os CTT adquiriram a Payshop, empresa especialista em pagamentos eletrónicos de contas domésticas com o objetivo de complementar o serviço prestado pelos CTT na área das cobranças de faturas. Mais tarde, e mais próximo da atualidade, em 2013, o Estado decide privatizar 70% do capital dos CTT e ano seguinte é alienado o restante capital, passando os CTT a ser uma empresa com capital totalmente privado com 100% do seu capital. No ano de 2015 os CTT lançam um projeto ambicioso, o Banco CTT, que arrancou no dia 18 de Março do mesmo ano com a abertura simultânea de 52 balcões – a maior abertura de um Banco em Portugal, alguma vez feita.

Atualmente, os CTT encontram-se a contratar funcionários. Pode fazer a sua inscrição para integrar a bolsa de carteiros, ou então consultar as diversas vagas que atualmente se encontram em aberto e efetuar a sua candidatura para concorrer a uma possibilidade de integrar as equipas dos CTT. Caso tenha interesse em obter mais detalhes, pode consultar com mais atenção as oportunidades disponíveis e efetuar a sua candidatura no site oficial dos ctt

Em relação à Bolsa de Carteiros, para se inscrever, de acordo com os requisitos pedidos pelos CTT, precisa ter:
  • pelo menos 18 anos 
  • 9º ano de escolaridade
  • carta de condução de ligeiros ou de motociclos
  • bom relacionamento interpessoal e espírito de equipa
  • facilidade de comunicação



Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.