IEFP continua com mais de 4500 vagas por preencher

IEFP é um organismo do Estado Português, que atua em todo o território continental.


O Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P. ou simplesmente IEFP) é um organismo do Estado Português, que atua em todo o território continental e tem como missão combater o desemprego através de políticas ativas de emprego, de que se destaca a formação profissional, os estágios profissionais, os contratos de emprego-inserção e outras medidas de apoio ao empreendedorismo e à criação do próprio emprego.

O IEFP tem sede em Lisboa e cinco delegações regionais distribuídas pelo país. Na sua dependência estão 82 centros de emprego, 32 centros de formação profissional de gestão direta e 29 centros de formação profissional de gestão participada. Possui autonomia administrativa e financeira, sendo atualmente tutelado pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Além de gerir a oferta de emprego, constituindo um elo entre trabalhadores e entidades empregadoras, também promove e disponibiliza formação profissional.


Funções a exercer em algumas vagas:
  • Apoio no Serviço de Atendimento Permanente: encaminhamento de utentes, limpezas, transporte de materiais e roupas;
  • Apoio na Copa: preparação, distribuição e recolha dos tabuleiros com as refeições;
  • Apoio na prestação de cuidados de higiene e conforto, alimentação, transferências e posicionamentos aos utentes, sob a orientação direta do pessoal de Enfermagem;
  • Proceder à limpeza específica dos espaços, de acordo com o plano de higienização hospitalar, tratamento de roupas, transporte e organização de materiais;
  • Apoio no Bloco Operatório: acolhimento de utentes, limpezas, esterilização de material, transporte de materiais e roupas.

Alguns dos Requisitos em algumas vagas:
  • Formação Técnico Profissional - Técnico Auxiliar de Saúde ou 9º ano (preferencial);
  • Capacidade de gestão do tempo;
  • Capacidade de organização;
  • Sentido de responsabilidade;
  • Capacidade de trabalhar em equipa;
  • Disponibilidade para turnos;
  • Folgas rotativas.


Em 1974, é criado o Ministério do Trabalho. No âmbito da Lei Orgânica deste (Decreto-Lei n.º 760/74 de 30 de dezembro de 1974) são criadas a Direção-Geral do Emprego - que substitui o SNE - e a Direção-Geral da Promoção do Emprego. Ao mesmo tempo, através do Decreto-Lei n.º 759/74 de 30 de dezembro, é extinto o Comissariado do Desemprego e criado o Gabinete de Gestão do Fundo de Desemprego (GGFD) que substituiu aquele e passa também a assegurar a gestão do Fundo de Desemprego. O CGFD virá a ser extinto através do Decreto-Lei n.º 40/86 de 4 de março, passando as suas atribuições para o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social.

Em 1979, através do Decreto-Lei nº 519-A2/79, de 29 de dezembro, é criado, no Ministério do Trabalho, o Instituto do Emprego e Formação Profissional, que assume as competências até aí atribuídas ao Fundo de Desenvolvimento da Mão-De-Obra, à Direção-Geral do Emprego e à Direção-Geral da Promoção do Emprego. A Lei Orgânica do IEFP é publicada em 1982, através do Decreto-Lei nº 193/82, de 20 de Maio. Hoje em dia, o IEFP funciona sob a tutela do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  Poderá consultar as vagas no site oficial do IEFP.




Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.