Segurança Social conta com novos procedimentos concursais em aberto do 12º ano ao ensino superior

Procedimentos concursais para o mapa de pessoal do Instituto da Segurança Social, IP


Requisitos gerais de admissão:
  • a) Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial;
  • b) 18 anos de idade completos;
  • c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar;
  • d) Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções;
  • e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória.

Outros Requisitos em alguns procedimentos:
  • Competências técnicas: bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador, bons conhecimentos e experiência no registo e consulta de informação em bases de dados.
  • Competências comportamentais: boa capacidade de comunicação oral e escrita, espirito de iniciativa e autonomia, proatividade e disponibilidade para integrar uma equipa dinâmica.


A Segurança Social é deduzida parte de todos os rendimentos ou proveitos de trabalhadores dependentes, independentes ou pessoa colectiva, de modo a criar um fundo comunitário. Este fundo vale a situações de desemprego, reformas pensionárias, salário mínimo garantido, Prestações Familiares, cuidados de saúde e outras regalias sociais.


Como se candidatar:
  • As candidaturas e restantes informações poderão ser consultadas online na BEP (Bolsa de Emprego Público). Poderá também encontrar uma lista atualizada com todos os procedimentos de momento em aberto no site oficial da Segurança Social. Alternativamente poderá consultar a lista de procedimentos em aberto aqui.


A Segurança Social Portuguesa constitui o sistema nacional de segurança social de Portugal, pretende assegurar direitos básicos, igual oportunidade, bem-estar e coesão social a todos os cidadãos portugueses ou estrangeiros que exerçam profissão ou residam em Portugal.


Caracterização dos Postos de Trabalho nas áreas pertinentes à atividade efetuada pela Segurança Social:
    Exercício de funções da carreira técnica superior, com o grau de complexidade 3, a afetar ao Núcleo de Recrutamento e Gestão Técnica da Direção de Recursos Humanos, integrada no Departamento de Gestão e Administração:
    Assegurar todos os procedimentos internos definidos em matéria de recrutamento, implementação dos instrumentos previstos relativamente à integração de novos trabalhadores, nomeadamente, através da realização de ações de acolhimento, desenvolvimento de atividades de apoio à gestão do processo de avaliação do desempenho, de acordo com o quadro legal vigente e regulamentação interna definida, promovendo a sua aplicação imparcial e atempada, garantir a análise e correção das fichas de avaliação, organização do arquivo do processo e respetiva atualização na base de dados, gerir a aplicação informática em vigor no âmbito do Sistema Integrado de Gestão e Avaliação do Desempenho na Administração Pública (SIADAP), garantindo os esclarecimentos de dúvidas das unidades orgânicas e a atualizar a sua estrutura face ao universo de trabalhadores a aplicar o SIADAP, assegurar a manutenção e atualização dos manuais em vigor na DRH/NRGT em todas as suas vertentes, designadamente no que se refere ao Manual Organizacional, Manual de Acolhimento, entre outros, gerir, acompanhar e controlar as atividades desenvolvidas no NRGT de acordo com os procedimentos internos definidos em sede de Plano de Atividades (BSC) e a adoção das iniciativas adequadas com vista ao cumprimento das metas fixadas; assegurar a gestão e controlo do processo de avaliação das ações de formação realizadas pelos formandos; elaborar relatórios de avaliação no sentido de aferir o grau de satisfação relativamente às ações de formação frequentadas; garantir a emissão dos certificados de formação nas ações em que este procedimento seja aplicável, bem como a sua disponibilização aos trabalhadores e atualização do respetivo processo individual.
      O primeiro sistema de segurança social em Portugal, assim como um modelo global de protecção laboral e de previdência social, foi criada por António de Oliveira Salazar, baseado da doutrina da escola de Frédéric Le Play, misturando-a com o socialismo catedrático.


      Partilhe para ajudar quem precisa!

      Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

      IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.