Metro de Lisboa: Procuram-se colaboradores com no mínimo o 12º ano de escolaridade

O Metro de Lisboa é das formas mais rápidas de viajar pela capital Portuguesa.



Desde 1888 que se pensava em construir um sistema de caminhos de ferro subterrâneo na cidade de Lisboa, à semelhança das que já existiam em Londres, Budapeste e Glasgow, e da que estava a ser construída em Paris. A ideia foi apresentada pelo engenheiro militar Henrique de Lima e Cunha, que havia publicado na revista Obras Públicas e Minas o projeto de uma rede com várias linhas que poderia servir a capital portuguesa. Mais tarde, já na década de 1920, Lanoel d’Aussenac e Abel Coelho em 1923, e José Manteca Roger e Juan Luque Argenti em 1924, apresentaram os seus projetos para um sistema de metropolitano em Lisboa, mas ambos foram rejeitados.


Funções a exercer em algumas oportunidades (Apanhado Geral):

• Abertura e encerramento das estações, controlo de acessos e vigilância e supervisão das instalações e dos equipamentos;
• Informação e assistência aos clientes na utilização do sistema de transportes e venda e controlo local de títulos de transporte;
• Prestar apoio operacional à circulação.


Os candidatos deverão satisfazer as seguintes condições (Apanhado Geral):
    • 12º Ano de escolaridade;
    • Experiência profissional em atendimento;
    • Capacidade de gerir conflitos e resistência ao stress;
    • Elevadas competências de comunicação;
    • Disponibilidade para trabalhar em horário de turnos;
    • Preferencialmente com conhecimentos de inglês falado e escrito;
    • Domínio de Desenho Técnico e de Medição de Construção Civil;
    • Experiência profissional em funções de fiscalização de obras de construção civil em âmbito multidisciplinar, sendo preferencial experiência em obras ferroviárias subterrâneas, hospitais ou outras equiparadas;
    • Formação em Normas de Segurança e de Ambiente em obra;
    • Conhecimentos de informática na óptica do utilizador de Microsoft Office (Word, Excel) e de Autocad;
    • Conhecimentos de inglês falado e escrito;
    • Conhecimentos do Código de Contratação Pública, aplicados à Fiscalização de Obras Públicas (preferencial);
    • Facilidade de adaptação a novas situações e boa capacidade de trabalho em equipa;
    • Disponibilidade total para trabalhar em regime noturno, ou por turnos;
    • Carta de condução de veículos ligeiros de passageiros. 

                      A circulação das composições que fazem serviço ao Metropolitano de Lisboa é feita exclusivamente em ferrovia pesada em canal exclusivo (i.e., sem partilha de via com outros serviços) e rigorosamente isolado (i.e., sem passagens de nível nem qualquer acesso pedonal), maioritariamente subterrâneo. A maior parte dos túneis albergam via dupla, sendo que alguns segmentos apresentam as duas vias em galerias separadas.

                      A via é de carril clássico em bitola internacional (1435 mm), contando com um terceiro carril para alimentação ao material circulante, feita por contacto simples na sua face superior, que corre paralelo ao binário, exterior a este, em qualquer de ambos os lados da via. Este está presente ao longo de toda a rede (já que o material circulante não tem autonomia para arranque), sendo nas estações, para segurança, oposto ao lado do respetivo cais. Poderá concorrer no site oficial do Metro de Lisboa, ou  alternativamente aqui.






                      Partilhe para ajudar quem precisa!

                      Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

                      IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.