Finanças procura candidatos com o 12º ano para integrar os seus quadros

Novas oportunidades por mobilidade no Ministério das Finanças.


Fez -se público que a Secretaria -Geral do Ministério das Finanças pretende recrutar trabalhadore/a(s), mediante mobilidade, para o exercício de funções correspondentes à carreira e categoria de assistente técnico, nos termos do disposto nos artigos 92.º e seguintes da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), aprovada pela Lei n.º 35/2014, de 20 de junho, para o exercício de funções na Divisão de Gestão de Recursos Humanos (DGRH).



Caracterização dos Postos de Trabalho:
  • Atividade nas áreas de administração de pessoal e remunerações, designadamente, organizar e manter atualizado o cadastro dos trabalhadores, proceder ao registo e ao controlo da assiduidade e assegurar a execução de todos os procedimentos administrativos relacionados, bem como realizar os procedimentos respeitantes ao processamento das remunerações do pessoal dos gabinetes dos membros do Governo, da Secretaria-Geral e das demais estruturas e serviços a que esta presta apoio.

Requisitos Gerais:
    a) Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial;
    b) 18 anos de idade completos;
    c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar;
    d) Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções;
    e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória.


            Mais informações e métodos de candidatura:
            • Poderá consultar todas as informações respetivas às mesmas e concorrer na Bolsa de Emprego Público.

            O Ministério das Finanças tem a sua origem nas vedorias da Fazenda criadas no século XIV para gerirem os assuntos financeiros do Estado. A partir 1584, as vedorias são substituídas pelo Conselho do Tribunal da Fazenda. Em 1761, é criado o Erário Régio que se transforma no departamento central de finanças do Estado, sendo extinto o Conselho da Fazenda.

            Em 1788, é criado o moderno Ministério das Finanças, sendo então denominado Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda. A partir de 1849 passa a designar-se Ministério dos Negócios da Fazenda ou simplesmente Ministério da Fazenda.

            Em 1910, o departamento muda a sua denominação para Ministério das Finanças.

            Desde então, o ministério tem mantido quase sempre a mesma denominação, com excepção de alguns períodos limitados em que se chamou Ministério das Finanças e da Coordenação Económica (março-maio de 1974), Ministério da Coordenação Económica (maio-junho de 1974), Ministério das Finanças e do Plano (1980-1983) ou Ministério das Finanças e Administração Pública (2002-2011).





            Partilhe para ajudar quem precisa!

            Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

            IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.