Jardins de infância procuram pessoal para entrar já (938e a 1205e em alguns casos).

Alguns Jardins de Infância procuram pessoal para iniciar de imediato.


Os jardins de infância em Portugal desempenham um papel crucial no desenvolvimento inicial das crianças, proporcionando um ambiente seguro e estimulante para as suas primeiras experiências educativas. Estes estabelecimentos, geralmente frequentados por crianças dos 3 aos 6 anos, têm um impacto significativo no crescimento cognitivo, emocional e social dos mais jovens.


Perfil para algumas das vagas:
  • Ser proativo, destacando-se pela iniciativa.
  • Fortes competências para trabalho em equipa, especialmente em contextos multiculturais.
  • Excelentes habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal.
  • Dinamismo, autonomia, criatividade, versatilidade e pró-atividade são características valorizadas.
  • Forte sentido de responsabilidade, pontualidade e assiduidade.
  • Capacidade para eficaz trabalho em equipa, aliando colaboração à autonomia.
  • Ser capaz de trabalhar de forma autónoma, principalmente em ambientes de sala.
  • Pontualidade e assiduidade são elementos essenciais.

Perfil para vagas que requerem ensino superior:
  • Formação académica e especialização em Psicologia e Saúde, com registo profissional na Ordem dos Psicólogos.
  • Experiência clínica em avaliação e intervenção psicológica com crianças e jovens.
  • Competências de liderança e capacidade para gerir equipas terapêuticas.
  • Interesse evidente em participar em projetos de formação contínua.


Oferta em algumas das vagas:
  • Horário das 07h40 às 16h40, com intervalos.
  • Remuneração alinhada com a função, variando entre 938e e 1205e.
  • Possibilidade de integração numa empresa internacional em crescimento em Portugal.


Os jardins de infância em Portugal seguem orientações pedagógicas definidas pelo Ministério da Educação, garantindo padrões de qualidade e uniformidade nas práticas educativas. O objetivo é proporcionar um ensino pré-escolar de excelência que prepare as crianças para a transição para o ensino básico.

Além disso, a integração de tecnologia educativa nos jardins de infância tem vindo a ganhar destaque, oferecendo ferramentas digitais como recursos complementares ao ensino tradicional. Este equilíbrio entre métodos convencionais e inovadores reflete a adaptação constante às necessidades educativas em evolução. Poderá consultar oportunidades em  pesquisando por "Infância".



Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.