"Quem finge que trabalha é tão bem visto como quem se dedica a 100%" - Última Hora

Uma investigação na Universidade de Boston concluiu que um trabalhador empenhado tem o mesmo mérito daquele que finge.


Nos dias de hoje, há uma perceção crescente de que quem finge que trabalha é tão bem visto como quem se dedica a 100%. Esta realidade reflete uma cultura de trabalho que valoriza a presença física e a aparência de produtividade, em detrimento da efetiva contribuição e desempenho.

Muitas vezes, as organizações valorizam mais a quantidade do que a qualidade do trabalho realizado. Isso pode levar os colaboradores a adotarem comportamentos que aparentam estar ocupados, sem necessariamente produzirem resultados significativos. Por exemplo, podem passar horas a responder e-mails, participar em reuniões sem objetivo claro ou permanecer no local de trabalho além do horário regular, apenas para demonstrar uma suposta dedicação.

Este fenómeno pode ser alimentado por uma cultura de presentismo, onde a presença física é valorizada acima de tudo, independentemente do verdadeiro impacto no trabalho realizado. Em muitos casos, os gestores e colegas podem não perceber ou reconhecer o esforço real e a dedicação daqueles que trabalham de forma eficiente e produtiva, em vez de simplesmente parecerem ocupados.

Por outro lado, há uma tendência crescente para valorizar a flexibilidade e a autonomia no local de trabalho. Com o aumento do teletrabalho e a adoção de modelos de trabalho remoto, a ênfase está cada vez mais na entrega de resultados, em vez da simples presença física. Neste contexto, aqueles que demonstram um compromisso genuíno com a qualidade e a eficiência do trabalho são muitas vezes mais valorizados do que aqueles que apenas parecem ocupados.

No entanto, apesar desta mudança de paradigma, a cultura do presentismo ainda persiste em muitas organizações. A pressão para mostrar que se está constantemente ocupado pode levar ao esgotamento e à falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional.





Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.