"Hoje em dia quem finge que trabalha é tão bem visto como quem se dedica a 100%" - Última Hora

Uma investigação na Universidade de Boston chegou à conclusão que um trabalhador empenhado tem o mesmo mérito daquele que finge.


A eficiência e a integridade no ambiente de trabalho são assuntos constantemente debatidos em diversos contextos profissionais. Infelizmente, por vezes, aqueles que aparentam estar ocupados são tão valorizados quanto os que realmente se empenham nas suas tarefas.

Esta mentalidade pode gerar um ambiente laboral onde o esforço genuíno é menosprezado e até desencorajado, enquanto a simples aparência de ocupação é elogiada. Isso pode resultar numa cultura em que os trabalhadores se sentem compelidos a fingir ocupação, mesmo que não estejam a produzir resultados reais.

No entanto, é crucial salientar que esta mentalidade é prejudicial tanto para os trabalhadores como para as organizações. Quando os colaboradores são recompensados por simularem trabalho, em vez de se dedicarem verdadeiramente às suas funções, isso pode levar a uma diminuição da motivação e do compromisso. Além disso, pode criar ressentimento entre os colegas que se dedicam verdadeiramente às suas responsabilidades.

Por outro lado, reconhecer e valorizar o esforço sincero e a dedicação dos colaboradores é essencial para promover uma cultura laboral saudável e produtiva. Os líderes devem encorajar uma abordagem transparente e honesta em relação ao trabalho, onde o foco está nos resultados e na qualidade da execução das tarefas, em detrimento da mera aparência de ocupação.

É igualmente importante promover uma cultura de feedback construtivo, onde os colaboradores se sintam incentivados a comunicar abertamente as suas preocupações e desafios no ambiente de trabalho. Isso pode ajudar a identificar potenciais problemas e encontrar soluções para melhorar a eficiência e a eficácia no local de trabalho. Trabalhar arduamente sem ser reconhecido pode ser desmotivante e frustrante. A falta de reconhecimento pode levar à diminuição da produtividade e moral, fazendo com que os colaboradores se sintam desvalorizados.






Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.