Ministério das Finanças procura colaboradores e oferece salários acima de 1200€ - Última Hora

Procedimentos concursais por mobilidade interna encontram-se a decorrer para cargos no Ministério das Finanças.





O Ministério das Finanças (MF) é o departamento do Governo de Portugal que tem por missão definir e conduzir a política financeira do Estado e as políticas para a Administração Pública.

A administração pública (ou gestão pública) define-se como o poder de gestão do Estado, no qual inclui o poder de legislar e tributar, fiscalizar e regulamentar, através de seus órgãos e outras instituições; visando sempre um serviço público efetivo. A administração se define através de um âmbito institucional-legal, baseada na Constituição, leis e regulamentos. Originou-se na França, no fim do século XVIII, mas só se consagrou como ramo autônomo do direito com o desenvolvimento do Estado de Direito. Teve como base os conceitos de serviço público, autoridade, poder público e especialidade de jurisdição.

O Governo da República Portuguesa é um dos quatro órgãos de soberania da República Portuguesa. De acordo com a Constituição da República, é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da administração pública. Não emana de eleição direta dos eleitores em eleição legislativa mas sim de nomeação presidencial, embora necessite de apoio maioritário da Assembleia da República. O Governo responde perante o Presidente da República e a Assembleia da República.

O termo "governo" tem uma significação lata e uma outra restrita. Em sentido lato, refere-se ao órgão de soberania atrás referido. Em sentido restrito, refere-se à equipa governativa (primeiro-ministro, vice-primeiros-ministros, ministros, secretários de Estado e subsecretários de Estado) que assegura a gestão daquele órgão, durante um período de tempo que normalmente coincide com o período de uma legislatura da Assembleia da República.


Caracterização do Posto de Trabalho em algumas oportunidades:
  • Acompanhamento dos desenvolvimentos na área dos serviços financeiros (setor bancário e segurador, mercados de valores mobiliários e derivados, fundos de investimento e pensões, pagamentos, etc.);
  • Preparação da participação do Ministério das Finanças em reuniões da UE, incluindo reuniões de negociação de propostas legislativas;
  • Análise de anteprojetos legislativos, incluindo no contexto da transposição de legislação da UE;
  • Representação do Ministério das Finanças em reuniões nacionais e internacionais;
  • Apoio na definição das linhas estratégicas de revisão do modelo e processo orçamental;
  • Capacidade de análise e síntese para organização de informação e dados para alimentação de repositório central;
  • Elaboração de estudos sobre modelos e procedimentos de controlo das contas públicas e manter uma base permanente de documentação e estudos sobre boas práticas nacionais e internacionais;
  • Colaborar no acompanhamento da reforma financeira pública, nomeadamente no âmbito dos projetos de implementação da Lei do Enquadramento Orçamental;
  • Elaboração de relatórios de gestão;
  • Elaboração de manuais de procedimentos;
  • Gestão de processos.

Para algumas oportunidades será necessária experiência profissional relevante ao nível:

  • Da gestão financeira e orçamental, nomeadamente quanto ao processo orçamental, desde a sua preparação, à prestação de contas;
  • Da contabilidade patrimonial, nomeadamente, aplicação do SNC-AP;
  • Da elaboração de estudos (boas práticas e levantamento de processos) relacionados com controlo de contas públicas;
  • Acompanhamento de projetos, com domínio de ferramentas e técnicas de gestão de projetos;
  • Da elaboração do plano de atividades e o relatório de atividades, do QUAR, bem como de outros instrumentos de gestão;
  • Da elaboração de manuais de procedimentos;
  • Da identificação de necessidades de normalização e implementação de processos;
  • Do desenvolvimento de sistemas de controlo interno em matéria de eficiência e eficácia das operações e processos, integridade da informação financeira e operacional em conformidade com a legislação, regulamentos, normas e procedimentos ou contratos;
  • De auditoria e interligação com outros organismos;


Competências pessoais para algumas oportunidades:

  • Capacidade de planeamento, organização e gestão de prioridades;
  • Capacidade de estabelecer bom relacionamento interpessoal e espírito de equipa
  • Capacidade de autonomia, análise, iniciativa, resiliência, orientação para resultados;
  • Responsabilidade, transparência e compromisso com o serviço;
  • Motivação para o exercício de funções.


Candidaturas:
  • Poderá consultar todas as informações respetivas às mesmas na Bolsa de Emprego Público, ou alternativamente aqui.

O Ministério das Finanças tem mantido quase sempre a mesma denominação, com excepção de alguns períodos limitados em que se chamou Ministério das Finanças e da Coordenação Económica (março-maio de 1974), Ministério da Coordenação Económica (maio-junho de 1974), Ministério das Finanças e do Plano (1980-1983) ou Ministério das Finanças e Administração Pública (2002-2011).





Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.