IMT com dezenas de oportunidades procura pessoal e alguns salários poderão ser acima de 1200€ - Última Hora

O IMT com procedimentos por mobilidade interna procura pessoal do 12º ano ao ensino superior.



O IMT, I.P. é um organismo central com jurisdição sobre todo o território nacional, tem sede em Lisboa e dispõe, como serviços desconcentrados, das Direções Regionais de Mobilidade e Transportes do Norte, do Centro, de Lisboa e Vale do Tejo, do Alentejo e do Algarve. Poderá consultar os procedimento em aberto em Bolsa de Emprego Público (BEP), ou alternativamente aqui.


Funções a exercer em algumas oportunidades (Apanhado Geral de oportunidades para o 12º ano de escolaridade):
  • Caracterização do posto de trabalho de acordo com os respetivos perfis de competências, conforme o descrito no anexo a que se refere o n.º 2 do artigo 88.º do anexo à LTFP, e a caracterização específica constante do mapa de pessoal do IMT, I.P. designadamente: prestação de informações ao público e aceitação de pedidos sobre as atividades de negócio do IMT, I.P., nomeadamente sobre a atividade de condutores, veículos, licenciamento, escolas de condução, autorização de transportes e profissionais de transporte; processamento e instrução de contraordenações; cobrança, conferência e arrecadação de valores; registo e tratamento informático dos dados e/ou processos atribuídos; registo e arquivo de expediente geral e atendimento telefónico. A descrição das funções não prejudica a atribuição ao trabalhador de funções, não expressamente mencionadas, que lhe sejam afins ou funcionalmente ligadas, para as quais o trabalhador detenha qualificação profissional adequada e que não implique desvalorização profissional.



Funções a exercer em algumas oportunidades (Apanhado Geral de oportunidades para Ensino Superior):
  • Assegurar todos os procedimentos, incluindo contratuais, necessários à realização de obras públicas de remodelação nas instalações do IMT, I.P. bem como nos locais de atendimento ao público, tendo em vista a melhoria das condições de trabalho e a uniformização das características estéticas e do aspeto exterior dos locais de atendimento.
  • Desempenho de funções de Examinador de condução: avaliar as capacidades, conhecimentos, aptidões e comportamentos dos candidatos a condutor, para exercerem, a condução na via pública; observar a destreza do candidato, a capacidade de manobrar os diferentes comandos, o domínio da legislação e regras de trânsito; preencher o relatório com a decisão final de aprovado ou reprovado, fundamentando a decisão de facto e de direito; transmitir ao candidato a condutor, o resultado de avaliação de forma clara e precisa, na presença do instrutor.
  • O posto de trabalho implica a frequência do curso de Examinador e a assinatura do pacto de permanência por três anos no IMT.

Requisitos (Apanhado geral das oportunidades encontradas):
  • Conhecimentos e experiência profissional na área da legislação e procedimentos administrativos de contratação pública e empreitadas de obras públicas;
  • Preferencialmente com conhecimentos genéricos no que se refere à legislação da atividade do IMT, I.P.;
  • Conhecimentos de informática na óptica do utilizador, em especial Word, Excel e Autocad;
  • Disponibilidade para trabalhar fora da área de residência, em horários acrescidos e fora do período normal;
  • Ser titular de carta de condução e disponibilidade para a condução de veículos do Estado;
  • Capacidade de trabalho, de gestão de projetos bem como do seu controlo monitorização;
  • Ter forte espírito de equipa, bom relacionamento interpessoal e estabilidade emocional.
  • Ser detentor da carreira de Técnico Superior ou afim.
  • Ser titular da categoria B de carta de condução, pelo menos. Demonstrar conhecimento da legislação que a função exige e que dá suporte a um bom desempenho. Possuir elevada capacidade de organização e método de trabalho, concretizando com eficácia e eficiência os objetivos que lhe forem definidos. Possuir espírito de equipa e cooperação, demonstrando atitude facilitadora do relacionamento. Possuir capacidade para agir respeitando critérios de honestidade e integridade, assumindo a responsabilidade dos seu atos, tratando de forma justa e imparcial todos os cidadãos.
  • Orientação para resultados; 
  • Orientação para o serviço público para o planeamento e organização; 
  • Otimização de recursos; 
  • Conhecimentos especializados e experiência; 
  • Responsabilidade e compromisso com o serviço; 
  • Análise da informação e sentido crítico; 
  • Bom relacionamento interpessoal; 
  • Capacidade de negociação e persuasão; 
  • Representação e colaboração institucional;
  • Tolerância à pressão e contrariedades; 
  • Trabalho de equipa e cooperação; 
  • Adaptação e melhoria contínua; 
  • Iniciativa e autonomia; 
  • Inovação, qualidade e coordenação; 
  • Forte sentido de organização, de coordenação e de autonomia, trabalho integrado em equipas multidisciplinares, incluindo em articulação com forças de segurança e entidades e autoridades com competências próprias na área da mobilidade e dos transportes; 
  • Boa expressão no domínio oral e escrito;
  • Resistência a contrariedades, dificuldades e pressões em ambiente de serviço externo; conhecimentos preferenciais nas várias atividades, profissionais e empresariais, cuja regulamentação e fiscalização se insiram no âmbito das atribuições do IMT, IP, tais como as áreas de veículos, de condutores, de transportes, área ferroviária e circulação e segurança rodoviária.

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), I.P. é um instituto público integrado na administração indireta do Estado, dotado de autonomia administrativa e financeira e património próprio, é este que emite a Licença Internacional de Condução.

A carta de condução é o documento que atesta, em Portugal, a aptidão de um cidadão para conduzir veículos a motor na via pública.

Este documento é certificado em função da categoria do veículo a conduzir e segue-se, salvo casos específicos, a um exame teórico (exame do código de estrada) e outro prático (exame de condução); este último é obrigatório em qualquer uma das categorias. O único documento que o possuidor de um título de condução válido de qualquer Estado-membro da União Europeia pode conduzir livremente em todos os restantes Estados-membros com o mesmo. No entanto, se muitos países terceiros aceitam este documento europeu, outros exigem uma Licença Internacional de Condução, documento que em Portugal é emitido pelo Automóvel Clube de Portugal ou num balcão do Instituto da Mobilidade e dos Transportes - IMT, I. P.





Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.