Escolas e Creches privadas procuram pessoal não docente (Salários até 1270€) - Última Hora

Novas oportunidades para pessoal não docente em algumas escolas e creches do país.



O cargo de auxiliar é para pessoas que têm facilidade em lidar com crianças. O cargo de monitor de creche exige muito também de um bom desenvolvimento educacional, porque é na primeira infância que a criança desenvolve os principais traços de sua personalidade e carácter.

O monitor de creche é responsável por desenvolver atividades de desenvolvimento físico, motor e de carácter com as crianças, bem como auxiliar no desenvolvimento de tarefas, verificar o bem estar, a alimentação, o sono e a disposição física e psicológica das crianças sobre seus cuidados.

O Sistema Educativo em Portugal é regulado pelo Estado através do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. O sistema de educação público é o mais usado e melhor implementado, existindo também escolas privadas em todos os níveis de educação.

O ano escolar, chamado de ano letivo, começa em setembro até junho/julho do ano seguinte, dependendo da escola ou nível de educação. (O ano letivo dura entre 9 a 10 meses).

Em Portugal, a educação é iniciada obrigatoriamente para todos os alunos no ano em que completam 6 anos de idade. A escolaridade obrigatória termina quando o aluno fizer 18 anos (12º ano de escolaridade).

 A administração pública (ou gestão pública) se define como o poder de gestão do Estado, no qual inclui o poder de legislar e tributar, fiscalizar e regulamentar, através de seus órgãos e outras instituições; visando sempre um serviço público efetivo. A administração se define através de um âmbito institucional-legal, baseada na Constituição, leis e regulamentos. Originou-se na França, no fim do século XVIII, mas só se consagrou como ramo autônomo do direito com o desenvolvimento do Estado de Direito. Teve como base os conceitos de serviço público, autoridade, poder público e especialidade de jurisdição.

O Ministério da Educação é o organismo do Governo de Portugal responsável pela execução das políticas relativas às componentes pedagógica e didática da educação pré-escolar, dos ensinos básico e secundário e da educação extra - escolar e de apoio técnico à sua formulação, incindindo, sobretudo, nas áreas do desenvolvimento curricular, dos instrumentos de ensino e avaliação e dos apoios e complementos educativos.

 

Funções em algumas das vagas (Apanhado geral de oportunidades encontradas):

  • Receber as crianças à porta da escola e encaminhá-las aos familiares ou encarregados de educação no fim do dia;
  • Acompanhar as crianças em visitas de estudo e excursões;
  • Atender e encaminhar alunos e encarregados de educação;
  • Prestar primeiros socorros;
  • Ajudar as crianças na hora do almoço (pode ter só de vigiar e atuar em caso de mau comportamento, mas também pode ter de dar a comida a crianças mais novas);
  • Apoiar nas rotinas de higiene e descanso das crianças;
  • Promover o desenvolvimento global das crianças organizando diversas atividades que, simultaneamente, as ocupam e incentivam o desenvolvimento físico, psíquico e social da criança;
  • Orientar diversas atividades a fim de que a criança execute exercícios de coordenação atenção, memória, imaginação e raciocínio para incentivar o seu desenvolvimento psicomotor;
  • Despertar a criança para o meio em que está inserida, estrutura e promove as expressões plásticas e musical;
  • Estimular o desenvolvimento sócio afetivo, promover a segurança, a autoconfiança e o respeito pelo outro;
  • Acompanhar a evolução da criança e estabelecer contactos com os pais com o fim de se obter uma Acão pedagógica coordenada, bem como todas as outras atividades e tarefas afetas à categoria profissional.
  • Ajudar os educadores de infância nas atividades pedagógicas;
  • Dar apoio em laboratórios e bibliotecas (ajudar alunos, limpar, arrumar e fazer a manutenção e organização do espaço);

Perfil para algumas das vagas (Apanhado geral de oportunidades encontradas):
  • Ser afetiva/o, com bom relacionamento interpessoal
  • Ser proativa/o
  • Boa capacidade de trabalhar em equipa, num ambiente multicultural;
  • Boa capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal;
  • Dinâmico(a), autónomo(a), criativo(a), polivalente e proativo(a);
  • Sentido de responsabilidade, pontualidade e assiduidade.
  • Com capacidade de trabalho em equipa
  • Com capacidade de trabalho autónomo em contexto de sala
  • Pontual e assídua/o


Funções a exercer (Apanhado geral de oportunidades encontradas - Ensino Superior):
  • Planear e desenvolver intervenção terapêutica transdisciplinar com crianças (3 aos 6 anos) com alterações da funcionalidade e/ou em situação de risco, em contexto comunitário (domicílio e equipamentos pré-escolar/escolar) em Lisboa;
  • Carga Horária: 27h semanais;

Requisitos e Perfil (Apanhado geral de oportunidades encontradas - Ensino Superior):
  • Licenciatura em Terapia da Fala;
  • Experiência de intervenção com crianças (preferencial);
  • Carta de condução e disponibilidade de viatura própria para deslocações;
  • Domínio de competências ao nível de informática na ótica do utilizador;
  • Orientação para o cliente;
  • Competências na comunicação e relação interpessoal;
  • Facilidade de orientar intervenção terapêutica em contexto individual e de grupo, em domicílios e jardins-de-infância;
  • Capacidade de delegação e realização da intervenção centrada nas necessidades das famílias e envolvendo outros profissionais intervenientes.
  • Capacidade de adaptação e flexibilidade
  • Orientação para resultados e responsabilidade;


Oferta em algumas das vagas (Apanhado geral de oportunidades encontradas):
- Horário:07h45-16h00 (Com algumas pausas);
- Remuneração compatível com a função (830€ a 1270€);
- Possibilidade de integração em empresa internacional e em crescimento em Portugal.


Algumas das oportunidades que requerem ensino superior são na área de terapia da fala. A atividade exercida na terapia da fala é a prevenção, avaliação, intervenção e estudo científico das perturbações da comunicação humana, englobando não só todas as funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita mas também outras formas de comunicação não verbal. O Terapeuta da Fala intervém, ainda, ao nível da deglutição (passagem segura de alimentos e bebidas através da orofaringe de forma a garantir uma nutrição adequada).. Poderá consultar as oportunidades num colégio, creche, ou jardim de infância perto de si a recrutar ou alternativamente aqui.



Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.