Brisa encontra-se a reforçar a sua equipa e está a procurar pessoal a partir do 11º ano - Última Hora

A Brisa está de momento a procurar pessoal para integrar os seus quadros.


A Brisa é uma operadora de infra-estruturas de transporte em Portugal. Fundada em 1972, gere seis concessões rodoviárias (Brisa; Brisal; Douro Litoral; Atlântico, Baixo Tejo e Litoral Oeste), que totalizam mais de 1 500 quilómetros, ligando norte, sul, litoral e interior do país. No Brasil, detinha 18% do capital da CCR, considerada a maior operadora de auto-estradas da América Latina, porém em junho de 2010 a Brisa vendeu a sua participação na empresa por 1.300 mil milhões de euros e com isso ela encerrou suas operações no Brasil e América Latina. Portugal foi um dos primeiros países do mundo a ter uma autoestrada, com a inauguração, em 1944, do lanço Lisboa-Estádio Nacional, da que seria a futura Autoestrada da Costa do Estoril.

No entanto, apesar de terem sido posteriormente construídos alguns outros troços nas décadas de 1960 e 1970, só no final da década de 1980 foi iniciada a construção de autoestradas em grande escala. Hoje em dia, a rede de autoestradas portuguesas é bastante desenvolvida e percorre quase todo o território, ligando todo o litoral e as principais cidades do interior, numa extensão total de aproximadamente 3000 km. A extensão e a densidade da rede permite que 87% da população portuguesa se encontre a menos de 15 minutos de distância de um acesso a uma autoestrada. Na Europa, Portugal está entre os países que mais investiram e que têm maior número de quilómetros de autoestradas por habitante e área.

As autoestradas portuguesas integram uma das duas sub-redes que formam a Rede Rodoviária Nacional, a Rede Fundamental e a Rede Complementar. Cada lanço de autoestrada, portanto, coincide com um lanço de itinerário principal (IP) ou de itinerário complementar (IC)

O Plano Rodoviário Nacional (PRN2000) estabelece que a rede fundamental de estradas de Portugal (autoestradas, itinerários principais, itinerários complementares e estradas nacionais) são geridas pela Administração Central e as estradas regionais e as estradas municipais são geridas pelas administrações regionais ou locais.



Alguns requisitos para algumas das vagas geralmente encontradas na área (Apanhado geral):
  • Escolaridade ao nível de 11ºano;
  • Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
  • Bom relacionamento interpessoal;
  • Sentido de responsabilidade;
  • Boa gestão de stress;
  • Carta de condução, mínimo 1 ano ( sendo que, categoria C é uma mais valia);
  • Meio de transporte próprio (obrigatório).
  • Disponibilidade para trabalhar por turnos (obrigatório).
  • Habilitações mínimas ao nível do 11º ano ou equivalente;
  • Conhecimento de serralharia, carpintaria ou construção civil (fator preferencial);
  • Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
  • Capacidade de trabalho em equipa;
  • Bom relacionamento interpessoal;
  • Sentido de responsabilidade;
  • Procura ativa do desenvolvimento pessoal e da melhoria contínua;
  • Apetência para o cumprimento de normas de segurança e sinalização ;
  • Carta de condução, mínimo 1 ano;
  • Carta de condução de pesados (preferencial);
  • Meio de transporte próprio (obrigatório).
 

Algumas funções em algumas das vagas geralmente encontradas na área (Apanhado geral):
  • Garantir a segurança e o fluxo  da  circulação  de  veículos  nas  infraestruturas,  através  da  prestação  de serviços de patrulhamento e assistência aos clientes (apoio geral e socorro);
  • Responder às emergências e solicitações dos clientes, em articulação  com  o Centro  de  Coordenação Operacional (CCO), garantindo a eficiência e qualidade no atendimento;
  • Detetar e identificar situações anómalas ao tráfego e comunicá-las adequadamente ao CCO;
  • Atuar de forma cooperante nas situações anómalas em conjunto com as entidades externas.
  • Assegurar a realização dos trabalhos de conservação civil, rentabilizando os meios disponibilizados em termos de prazo e qualidade;
  • Assegurar o cumprimento dos planos, normas e procedimentos inerentes à atividade;
  • Assegurar e executar as atividades de preparação dos trabalhos (materiais, equipamentos e sinalização) para cumprimento dos trabalhos previstos;
  • Executar trabalhos de inspeção, reparação, conservação e limpeza das autoestradas, edifícios e áreas de serviço;
  • Efetuar montagem de sinalização necessária de acordo com o Manual de Sinalização Temporária;
  • Utilizar de forma cuidada e manter o bom estado de conservação os equipamentos, materiais e espaços afetos à empresa;
  • Assegurar o preenchimento, registo e entrega da documentação inerente à atividade.

Oferecem em algumas oportunidades geralmente encontradas na área (Apanhado geral):
  • Pacote salarial atrativo;
  • Pacote de Benefícios (seguro de vida e de saúde, entre outros);
  • Contrato de trabalho com perspetiva de continuidade.

Brisa é uma operadora de infra-estruturas de transporte em Portugal. Fundada em 1972, gere seis concessões rodoviárias (Brisa; Brisal; Douro Litoral; Atlântico, Baixo Tejo e Litoral Oeste), que totalizam mais de 1 500 quilómetros, ligando norte, sul, litoral e interior do país. Poderá consultar as vagas no site oficial desta empresa, ou alternativamente aqui.





Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.