No Luxemburgo procuram-se fluentes em Português para iniciar funções de imediato (Salário acima da média nacional) - Última Hora

No Luxemburgo procuram-se com urgência fluentes em Português e/ou outras línguas de interesse.


Na década de 1950, Luxemburgo tornou-se um dos seis países fundadores das Comunidades Europeias, após o estabelecimento em 1952 da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e subsequentes criações em 1958 da Comunidade Económica Europeia e da Comunidade Europeia da Energia Atómica. Em 1993, os dois primeiros foram incorporados à União Europeia. Com Robert Schuman (um dos pais fundadores da UE), Pierre Werner (considerado o pai do Euro), Gaston Thorn, Jacques Santer e Jean-Claude Juncker (todos ex-presidentes da Comissão Europeia), os políticos luxemburgueses contribuíram substancialmente para formação e estabelecimento da UE. Em 1999, Luxemburgo ingressou na zona do euro.

A indústria siderúrgica que explorava as ricas jazidas de minério de ferro das Terras Vermelhas no início do século XX impulsionou a industrialização de Luxemburgo. Após o declínio da indústria siderúrgica na década de 1970, o país concentrou-se em se estabelecer como um centro financeiro global e se desenvolveu no centro bancário que tem a reputação de ser. Desde o início do século XXI, seus governos se concentraram em desenvolver o país em uma economia do conhecimento, com a fundação da Universidade de Luxemburgo e um programa espacial nacional.

O luxemburgo tem sido um importante defensor da integração política e econômica europeia. Em 1921, Luxemburgo e Bélgica formaram a União Econômica Bélgica-Luxemburguesa (BLEU) para criar um regime de moeda intercambiável e alfândegas comuns. Luxemburgo é membro da União Econômica Benelux e foi um dos membros fundadores da Comunidade Econômica Europeia (atual União Europeia). Também participa do Grupo Schengen (em homenagem à vila luxemburguesa de Schengen onde os acordos foram assinados). Ao mesmo tempo, a maioria dos luxemburgueses sempre acreditou que a unidade europeia só faz sentido no contexto de uma relação transatlântica dinâmica e, portanto, tradicionalmente segue uma política externa pró- OTAN e pró-EUA.

Luxemburgo é a sede do Tribunal de Justiça da União Europeia, do Tribunal de Contas Europeu, do Serviço de Estatística da União Europeia (Eurostat) e de outros órgãos vitais da UE. A Secretaria do Parlamento Europeu está localizada em Luxemburgo, mas o Parlamento geralmente se reúne em Bruxelas e às vezes em Estrasburgo.


Principais Tarefas em algumas das vagas (Apanhado Geral Sumário):

  • Planeamento e preparação da obra:
  • Reorçamentação de todas as atividades prevista na obra;
  • Determinação das necessidades de mão-de-obra, equipamentos e materiais a
  • afetar à obra e na definição de subempreitadas necessárias;
  • Coordenação de trabalhos;
  • Gestão contratual com dono de obra;
  • Garantir os objetivos definidos em termos de prazo de execução, padrões de
  • qualidade e rentabilidade.
  • Funções administrativas e de gestão;
  • Adr base obrigatório;
  • Experiência mínima 5 anos no transporte internacional "facultativo";
  • falar uma das três línguas (francês, ingles, português);
  • Dar suporte a outros stakeholders, tais como: Advisory team, Middle Office, Back Office, Risc e Compliance;
  • Supervisionar e assegurar as atividades diárias sobre os serviços de conta bancária e investimentos;
  • Disponibilidade de de ausentar 3 semanas consecutivas no estrangeiro.


Requisitos para algumas das vagas (Apanhado Geral Sumário):

  • Experiência prévia na função;
  • Disponibilidade imediata;
  • Robustez física;
  • Carta de condução;
  • Capacidade de liderança e coordenação de equipas;
  • Elevado sentido de organização, cumprimento de objetivos e de prazos;
  • Capacidade de análise e pensamento crítico;
  • Orientação para o negócio e o cliente.
  • Formação superior em engenharia civil;
  • Experiência em funções semelhantes - mínimo 3 anos;
  • Domínio ferramentas do Office, Autocad; MSProject;
  • Capacidade de liderança e coordenação de equipas;
  • Elevado sentido de organização, cumprimento de objetivos e de prazos.


As ofertas de trabalho no Luxemburgo são muito mais atrativas, principalmente pelo seu salário mínimo. O salário mínimo é bastante atrativo, principalmente para portugueses que estão num país onde o salário mínimo é muito mais baixo que o do salário do Luxemburgo.


Oferecem em algumas das vagas (Apanhado Geral Sumário):

  • Salário base mais extras e valores adicionais pode rondar os 4950 mensais;
  • Ida e volta para Portugal sempre de avião;
  • Salário Ronda entre os 3 mil a 4950 Brutos mensais dependendo da função e carga horária.


De acordo com o Índice de Desempenho Ambiental de 2012, Luxemburgo é um dos países com melhor desempenho em proteção ambiental, ocupando o 4.º lugar entre 132 países avaliados. Em 2020, ficou em segundo lugar entre 180 países. Luxemburgo também ocupa o 6.º lugar entre as dez cidades mais habitáveis do mundo pela Mercer's. O país quer reduzir as emissões de GEE em 55% em 10 anos e chegar a zero emissões até 2050. Luxemburgo quer aumentar em cinco vezes sua agricultura orgânica. Ele teve uma pontuação média do Índice de Integridade da Paisagem Florestal de 2019 de 1,12/10, classificando-o em 164.º lugar globalmente entre 172 países.

Ir para o trabalho no Luxemburgo é geralmente uma tarefa simples, o Luxemburgo dispõe de infra-estruturas e serviços de transporte rodoviário, ferroviário e aéreo. A rede rodoviária foi significativamente modernizada nos últimos anos com 165 km  das autoestradas que ligam a capital aos países limítrofes. O advento da ligação TGV de alta velocidade para Paris levou à renovação da estação ferroviária da cidade e um novo terminal de passageiros no Aeroporto de Luxemburgo foi inaugurado em 2008. A cidade de Luxemburgo reintroduziu os bondes em dezembro de 2017 e há planos para abrir linhas de metrô leve em áreas adjacentes nos próximos anos.

O mercado de trabalho luxemburguês representa 445 000 empregos ocupados por 120 000 luxemburgueses, 120 000 residentes estrangeiros e 205 000 trabalhadores fronteiriços (na sua maioria franceses). Estes últimos pagam os seus impostos no Luxemburgo, mas a sua formação e direitos sociais são pagos pelo seu país de residência. O mesmo se aplica aos pensionistas. O governo luxemburguês sempre se recusou a partilhar parte das suas receitas fiscais com as colectividades territoriais fronteiriças francesas. Este sistema é visto como uma das chaves para o crescimento económico do Luxemburgo, mas em detrimento dos países fronteiriços. Poderá consultar as vagas no linkedin, ou alternativamente, as mais pertinentes aqui.






Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.