Última Hora - IEFP com mais de 6500 oportunidades ainda em aberto para procura de colaboradores

O IEFP tem sede em Lisboa e cinco delegações regionais distribuídas pelo país.


Na sua dependência estão 82 centros de emprego, 32 centros de formação profissional de gestão direta e 29 centros de formação profissional de gestão participada. Possui autonomia administrativa e financeira, sendo atualmente tutelado pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Além de gerir a oferta de emprego, constituindo um elo entre trabalhadores e entidades empregadoras, também promove e disponibiliza formação profissional.

O Instituto do Emprego e Formação Profissional, I. P. (IEFP, I. P. ou simplesmente IEFP) é um organismo do Estado Português, que atua em todo o território continental e tem como missão combater o desemprego através de políticas ativas de emprego, de que se destaca a formação profissional, os estágios profissionais, os contratos de emprego-inserção e outras medidas de apoio ao empreendedorismo e à criação do próprio emprego.

Perfil para algumas das oportunidades:
  • Disponibilidade para trabalhar por turnos rotativos (fator eliminatório)
  • Disponibilidade imediata
  • Experiência na área ou similares relevantes para a função (ambiente industrial)
  • Gosto por trabalho em equipa


Requisitos para algumas das vagas:
  • Conhecimentos de informática na óptica do utilizador
  • Conhecimentos na área da Logística e armazenamento
  • Gosto pelo trabalho em equipa e facilidade de relacionamento e comunicação
  • Organização e Polivalência
  • Flexibilidade de horário
  • Dinamismo e Responsabilidade
  • Assiduidade e pontualidade
  • Carta de condução e aptidão para conduzir empilhador
  • Disponibilidade imediata

Funções em algumas das vagas:
  • Tarefas relacionadas com industria de carpintaria industrial associada ao fabrico de mobiliário de cozinha
  • Registar entradas e saídas das obras fabricadas e tratadas
  • Apoio à operação na linha de montagem de mobiliário de cozinha
  • Colaboração no processo de embalamento e expedição do mobiliário de cozinha
  • Receção e conferência de materiais
  • Auxiliar e apoiar o bom desempenho produtivo

Oferecem em algumas das oportunidades (Apanhado Geral):
  • Seguro de saúde;
  • Horário fixo e folgas fixas;
  • Vencimento base 895 euros com progressão a 1080 euros + Extra de Turno 36 euros + SA 4,5 euros;


Em 1974, foi criado o Ministério do Trabalho. No âmbito da Lei Orgânica deste (Decreto-Lei n.º 760/74 de 30 de dezembro de 1974) são criadas a Direção-Geral do Emprego - que substitui o SNE - e a Direção-Geral da Promoção do Emprego. Ao mesmo tempo, através do Decreto-Lei n.º 759/74 de 30 de dezembro, é extinto o Comissariado do Desemprego e criado o Gabinete de Gestão do Fundo de Desemprego (GGFD) que substituiu aquele e passa também a assegurar a gestão do Fundo de Desemprego. O CGFD virá a ser extinto através do Decreto-Lei n.º 40/86 de 4 de março, passando as suas atribuições para o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social.

Em 1979, através do Decreto-Lei nº 519-A2/79, de 29 de dezembro, é criado, no Ministério do Trabalho, o Instituto do Emprego e Formação Profissional, que assume as competências até aí atribuídas ao Fundo de Desenvolvimento da Mão-De-Obra, à Direção-Geral do Emprego e à Direção-Geral da Promoção do Emprego. A Lei Orgânica do IEFP é publicada em 1982, através do Decreto-Lei nº 193/82, de 20 de Maio.

Hoje em dia, o IEFP funciona sob a tutela do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Poderá consultar as vagas no site oficial do IEFP.





Partilhe para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

IMPORTANTE: Todas as informações presentes neste anúncio são verdadeiras à data da publicação do anúncio. Informamos que as mesmas podem ter sofrido alterações.