5 sinais comuns no carro que indicam problemas no motor de arranque

Conheça os 5 sinais mais comuns que podem indicar problemas no motor de arranque


Saiba como identificar os problemas do motor de arranque. O motor de arranque é o que fornece energia ao automóvel e o converte em energia mecânica.

Quando o condutor do veículo roda a chave ou faz pressão no botão para ligar o motor, é accionado o motor de arranque que é um pequeno motor electrico com escovas, que está associado ao motor de combustão, e que é considerado uma das partes mais importantes de um motor de automóvel.

Para que a viatura ande, é necessário que o motor de arranque consiga transformar a energia eléctrica em energia mecânica, sem o que, se considera que está com falhas no motor de arranque.

Como identificar então quais os problemas do motor de arranque?

Como saber diagnosticar os problemas do motor de arranque

As anomalias mais comuns relacionadas com o não pegar do motor, relacionam-se normalmente com a falta de combustivel, com a combustão, a bobina, a ignição, etc, há pois que verificar primeiramente estas situações, para que depois se possa pensar que o problema pode advir do motor de arranque.

Se o motor não pegar, pode ter a haver com o motor de arranque, problema que pode advir da ausência de manutenção do veículo ou o desgaste desta peça. Caso o motor  pegue com lentidão, pode haver um desgaste de um componente, uma deficiente ligação eléctrica ou devido a bateria descarregada.

1. SE O MOTOR NÃO PEGAR

Considera-se uma situação comum, haver um problema com o motor de arranque. Quando se roda a chave o motor fica mudo. Isso acontece normalmente quando um dos componentes do motor se queimou, ou pode igualmente derivar de um problema eléctrico.
Pode ainda haver algo errado com a bateria.
Se é esta a situação deve procurar uma oficina, para que a avaliação sobre a situação e o motor de arranque, todos os componentes eléctricos e o sistema de ignição.

2. SE MOTOR PEGAR MAS NÃO LIGAR

Embora possa parecer algo confuso, não está muito longe de acontecer. O motor de combustão não é accionado, embora o seja o motor de arranque. Consegue aperceber-se disso quando roda a chave.
O que se passa nesta situação é que a energia eléctrica não está a conseguir converter-se em energia mecânica, pelo que o motor não pega. Se for esta a situação possivelmente a sua oficina terá que substituir o motor de arranque por um novo.

3. O MOTOR FAZ RUÍDO QUANDO O TENTA LIGAR

Entre em contato com o mecânico se o ruído for muito estridente e continuado. Isto acontece quando há uma falha de ligação entre o motor de arranque e a transmissão e até porque se torna muito dispendioso de reparar, se esta situação continuar estará a causar danos à transmissão.

4. LIGOU O MOTOR.... CHEIRA A QUEIMADO OU A FUMO?

Como o motor de arranque é eléctrico, é o click para o motor criar a energia mecânica. Nesta circunstância pode haver uma sobrecarga de energia, provocando um sobreaquecimento, devido à energia que está sendo enviada de forma continua para o motor de arranque, ou também pode dar-se o caso do motor de arranque não se ter desligado após a ignição.
Caso isto aconteça, é normal que fumo seja libertado e que lhe cheire a queimado. Esta situação acontece normalmente devido a um curto-circuito, ou muito possivelmente a um fusivel queimado ou alguma coisa não correu bem com a ignição.
Chame o mecânico de imediato assim que o fumo se tornar evidente.

5. O QUE OUVE AO RODAR A CHAVE? UNS CLICKS E/OU RUÍDOS?

Se estiver atento conseguirá ouvir um click após rodar a chave. Isto indicará que o motor de arranque não está a receber energia (electricidade) suficiente para poder trabalhar convenientemente. Isto indicará que possivelmente o obstáculo poderá estar na bateria, na ligação entre os cabos ou até mesmo no próprio motor de arranque.

Partilha esta Oferta de Emprego para ajudar quem precisa!

Partilhar no FacebookPartilhar no TwitterPartilhar no Google+

Também pode interessar: